PNEUS RINALDI


Team Rinaldi acelera ao lado das feras do Mundial de Motocross

Rodrigo Lama é destaque entre os brasileiros na MX2 e Mateus Basso vive experiência única na MX1, na etapa brasileira realizada em Penha (SC)



Penha (SC) – O Team Rinaldi acelerou ao lado das feras do Campeonato Mundial de Motocross, cuja sétima etapa do calendário foi realizada neste domingo em Penha, litoral de Santa Catarina, na pista do Beto Carrero World. O sergipano Rodrigo Lama foi destaque entre os brasileiros na MX2 e se classificou para a Super Final. Mateus Basso, do Rio Grande do Sul, ganhou experiência na classe MX1.

Lama confirmou o 20º lugar na bateria da MX2, categoria vencida pelo holandês Jeffrey Herlings, e conquistou na repescagem uma vaga para a Super Final - corrida que reuniu os mais rápidos da MX1 e da MX2. “Larguei bem novamente e imprimi um ritmo forte no começo, mas com 25 minutos estava exausto por conta do esforço do dia e mantive o ritmo. Finalizei em 34º em uma bateria onde estavam os 20 melhores do mundo, estou muito feliz e com a sensação de dever cumprido”, contou Lama, acrescentando que foi um sonho realizado.

Mateus Basso aproveitou cada momento no Mundial. “Valeu a pena, aprendi muito com os pilotos de fora. Percebi que eles andam no limite, mas tranquilos e com muita segurança, apesar da agressividade”, explicou o piloto, sempre de olho no italiano Antonio Cairoli, que faturou a etapa na MX1. O gaúcho finalizou a corrida em 20º.

Reportagem: Mundo Press Jornalismo Estratégico / www.mundopress.com.b