ARENA CROSS \ EQUIPE GERAÇÃO YAMAHA

Espanhol busca título inédito neste sábado, 23, em Botucatu, São Paulo
Em seu segundo ano no Brasil, o espanhol Carlos Campano está confiante na conquista de um dos títulos mais importantes da temporada: o Arena Cross. 


Neste sábado, 23, ele e toda equipe Yamaha Grupo Geração disputam a final da competição em Botucatu, São Paulo. O evento terá transmissão ao vivo pela internet e pelo canal Sportv. 
Campano tem plenas chances de garantir este título inédito em sua carreira. Para isso, precisa vencer as duas baterias ou, pelo menos, terminar na frente do português Joaquim Rodrigues nas duas corridas. 



“Este ano tenho mais chances do que no ano passado”, lembra o espanhol que em 2012 foi terceiro colocado da categoria Pró após abandonar a bateria final com a perna quebrada. 

“Treinei muito bem essa semana, deixamos a moto bem acertada e só dependo de fazer uma boa corrida para ser campeão”, diz. 

Com 133 pontos, o espanhol está apenas três tentos da liderança. A diferença pode ser superada já na primeira bateria, caso ele vença. E, 
Campano tem feito boas provas. É um dos pilotos que mais venceu baterias: três das oito realizadas, e sempre esteve entre os quatro melhores em todas as corridas. 

“Seria importante ganhar este título, que é um dos principais aqui no Brasil. Eu ficaria muito feliz de ter mais esta conquista para colocar ao lado do título do Brasileiro de Motocross do ano passado”, comenta Campano.

Os atletas Pipo Castro e Humberto “Machito” Martin também representam o time azul na categoria Pró. Machito é o quinto colocado na classificação geral, e Pipo é o sexto. 


Demais categorias

A Yamaha Grupo Geração também tem chances de título na classe Júnior, com Ramyller Alves. O piloto precisa vencer a prova e torcer com um tropeço de Enzo Lopes, que lidera a competição.

“Tenho que fazer meu trabalho, minha corrida, sem me preocupar com os outros. Se a chance existe, vou buscar”, diz o Ramyller, que terá Muguinho Paz como companheiro de time dentro da pista na mesma classe.

Na categoria MX2, o time terá Anderson Cidade e Rafael Faria brigando pelo vice-campeonato. A Cidade, basta vencer a prova que o segundo lugar da temporada estará garantido. 

“Vou em busca da vitória. Espero que desta vez as coisas saiam conforme o planejado e eu consiga vencer. Este é o plano”, finaliza Cidade.

Rafael Faria, que é o atual campeão da classe, tem menos chances. Após alguns tropeços na temporada, o piloto paranaense precisa vencer a etapa e torcer por resultados paralelos para ser vice-campeão.


Classificação do campeonato

Pró
1) Joaquim Rodrigues – 136 pontos
2) Carlos Campano (Yamaha Grupo Geração) – 133 pontos 
3) Adam Chatfield – 129 pontos
4) Wellington Garcia – 100 pontos
5) Humberto “Machito” Martin (Yamaha Grupo Geração) – 97 pontos


MX2
1) Paulo Alberto – 80 pontos
2) Hector Assunção – 57 pontos 
3) Anderson Cidade (Yamaha Grupo Geração) – 54 pontos
4) Thales Vilardi – 48 pontos
5) Endrews Armstrong – 46 pontos


Júnior
1) Enzo Lopes – 72 pontos
2) Ramyller Alves (Yamaha Grupo Geração) – 55 pontos
3) Leonardo de Souza – 47 pontos
4) Muguinho Paz (Yamaha Grupo Geração) - 40 pontos
5) Leonardo Almeida - 36 pontos


A Yamaha Grupo Geração é patrocinada por Grupo Geração, Yamaha, Monster Energy, ASW, Pirelli, Yamalube, Yoshimura e Rock Parts.

Fonte\
Equipe Geração