Atuais Campeões Mundial de MX chegam ao Brasil


Após duas etapas eletrizantes no Catar e na Tailândia, o Campeonato Mundial de Motocross se prepara para desembarcar no Brasil, em sua terceira etapa, que será realizada neste fim de semana (29 e 30), na cidade de Penha (SC), no Beto Carrero World. Atuais campeões e também líderes do campeonato em 2014, o heptacampeão Antonio Cairoli (MXGP) e o bicampeão Jeffrey Herlings (MX2) tentam repetir o feito do ano passado, quando conquistaram o GP Brasil de Motocross, em Santa Catarina, e caminharam para o título da temporada.



O italiano Cairoli, que na etapa nacional de 2013 não deu chances aos adversários e venceu as duas baterias da antiga MX1 (agora com o nome de MXGP), comanda a edição deste ano da categoria. O piloto da Red Bull KTM Factory Racing possui 92 pontos e a ponta na tabela, sendo 16 de vantagem para o alemão Max Nagl, da Team HRC. Gautier Paulin, da Monster Energy Kawasaki Racing Team, está na terceira colocação, com 75 pontos, seguido de Jeremy Van Horebeek, da Yamaha Factory Racing, com 72 pontos. Atual quinto colocado com 71 pontos, o belga Clement Desalle, da Rockstar Energy Suzuki World MXGP, busca igualar o ritmo do ano passado, quando ficou com o segundo lugar no GP Brasil.

Na MX2, Herlings vencedor no geral da etapa brasileira de 2013, ocupa a primeira posição da atual temporada com 97 pontos. O holandês da Red Bull KTM Factory Racing está na liderança com 23 pontos a frente de Dylan Ferrandis, da CLS Kawasaki Monster Energy. Glenn Coldenhoff, da Rockstar Energy Suzuki Europe, ainda não venceu nenhuma corrida neste ano, mas conseguiu bons resultados, principalmente na Tailândia. Em Si Racha, Coldenhoff ficou na segunda colocação na Corrida 2 e na quarta posição na Corrida 1, resultando no terceiro lugar da classificação geral do campeonato. Na quarta colocação está Romain Febvre, da Wilvo Nestaan Husqvarna Factory Racing, com 66 pontos. O quinto lugar é de Arnaud Tonus, da Team CLS Kawasaki Monster Energy MX2, com 65 pontos.

Brasileiros no Mundial de Motocross

No GP Brasil, 12 pilotos representarão as cores do país. Anderson Cidade, de Santa Catarina; Jean Ramos e Rafael Faria, do Paraná; Thales Vilardi, de São Paulo; e Antonio Jorge Balbi Júnior, de Minas Gerais; disputam a MXGP. Já na MX2, são eles: Tauan Brenner, de Santa Catarina; Endrews Armstrong, do Paraná; Hector Assunção, Anderson Amaral, Caio Lopes e Fábio Santos, de São Paulo; e Rodrigo Lama, de Sergipe.

O GP Brasil de Motocross em Penha (SC), no Beto Carrero World, é uma realização da Romagnolli Promoções e Eventos, Federação Internacional de Motociclismo (FIM) e Youthstream. Patrocínio: Governo do Estado de Santa Catarina, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte e Fesporte. Copatrocínio: Yamaha, Pirelli e Riffel. Apoio do Beto Carrero World, Prefeitura Municipal de Penha, Almeida Júnior, Balneário Shopping, Norte Shopping, Neumarkt Shopping, A Revista da Moto!, Revista Dirt Action, Diário de S. Paulo, Rádio Transamérica FM 99,7, Transportadora Aquariun e Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).

Fonte \ Mundial MX Brasil