RESULTADO CAMPEONATO BRASILEIRO DE MX


A 6ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross em Paty do Alferes trouxe o evento de volta ao estado do Rio de Janeiro após quatro anos sem ser realizada uma prova do Nacional em terras fluminenses. A pista agradou a pilotos e amantes do Motocross. O público compareceu em massa, lotando os arredores da pista, mesmo com o clima chuvoso do domingo.


As disputas em todas as baterias realizadas animou quem esteve presente, já que, além de bons pegas, houve decisão de título. Enzo Lopes sagrou-se bicampeão Brasileiro da categoria Junior ao vencer sua prova, no sábado (20), tudo isso, faltando ainda uma etapa em disputa na Jr.
Na MX2, o final de semana foi do português Paulo Alberto. A categoria teve uma bateria extra, realizada no sábado e que foi válida pela segunda etapa, a de Pedra Bonita-MG. Com a complementação em Paty dos Alferes, a vitória na soma foi do português. Ele também foi o vencedor na soma das baterias válidas pela 6ª etapa.

Jetro Salazar ainda é o líder da MX1, mas viu a diferença para seus adversários cair. O espanhol Carlos Campano dominou as duas baterias e somou mais 50 pontos no Campeonato, Jetro, terminou a etapa na terceira posição. “Fiz uma boa etapa. A primeira bateria foi boa, não cansei muito. Na segunda fiz uma boa largada, então o balanço do fim de semana foi positivo. Daqui para frente vai ser bem difícil, já que todo mundo quer ganhar, então, tem que ter uma cabeça forte e manter o foco para não se perder. Mas, temos a possibilidade de ganhar o Brasileiro sim,” resumiu o líder do Campeonato.

RESULTADO MX-1

1ª Bateria

Durante a primeira bateria, a briga pela primeira posição foi entre o equatoriano Jetro Salazar que largou bem, assumindo a ponta e o espanhol Carlos Campano. Nenhum dos dois conseguiu desgarrar muito. Até que, Campano assume a liderança e administra a ponta até o final, garantindo os 25 pontos nessa bateria. Jetro, chega em segundo, depois de uma boa disputa.

Na terceira posição terminou Jean Ramos. O piloto estava em quinto e conseguiu uma posição melhor ao ultrapassar o americano Adam Chatfield e Wellington Garcia, proporcionando dois bons momentos para quem esteve presente.

Adam terminou em quarto nessa bateria, seguido de Jorge Balbi Jr, que começou a mostrar que ia dar trabalho.

Resultado da 1ª Bateria

1º Carlos Campano
2º Jetro Salazar
3º Jean Ramos
4º Adam Chatfield
5º Jorge Balbi Jr

2ª Bateria

Balbi Jr, que mostrou estar disposto a deixar a disputa mais equilibrada, começou bem a segunda bateria. Campano largou na frente, seguido de Balbi Jr durante toda a prova. O Brasileiro não deixou o espanhol abrir vantagem, disposto a mostrar que estava na briga pela primeira colocação dessa bateria.

No final, Balbi acelerou o que pôde, diminuindo a diferença para Campano. Na última volta, os dois ficam muito próximos, mas o espanhol controlou bem e garantiu a segunda vitória do dia. O brasileiro chegou em segundo. “A pista ficou complicada por causa da chuva, ficou pesada. Não consegui ir bem nos treinos, mas conseguiu fazer boas baterias. O campeonato está difícil, o Jetro tem errado pouco e merece estar na liderança, mas a minha meta é sempre brigar pelo pódio nas próximas etapas e esperar o resultado”, afirma Campano.

Estreante, o americano Aaron Blake faz uma boa primeira volta e começou na terceira posição. Ele não se sustentou até o final, sendo ultrapassado pelo líder do Campeonato, Jetro Salazar e Jean Ramos, terminando em 5º.

Jean foi em busca do terceiro lugar. Ele que na primeira volta estava em sétimo, foi buscando as posições. Na primeira grande disputa, passou o americano, começando a perseguição a Jetro Salazar. Uma melhor colocação que o líder nessa bateria diminuiria a diferença dele para ponta do Campeonato. Em uma manobra incrível, Jean ultrapassou Jetro no salto próximo ao público, deixando o povo animado com a disputa na pista. Jean então assumiu a terceira posição e seguiu administrando até o final. Jetro, chegou em quarto.



Resultado 2ª

1º Carlos Campano
2º Jorge Balbi Jr
3º Jean Ramos
4º Jetro Salazar
5º Aaron Blake

Soma das baterias:

1ª Carlos Campano
2º Jean Ramos
3ª Jetro Salazar
4º Jorge Balbi Jr
5º Adam Chatfield

Classificação do Campeonato após 6ª etapa

1º Jetro Salazar 241pts
2º Carlos Campano 220pts
3º Jorge Balbi Jr 219pts
4º Jean Ramos 218pts
5º Wellington Garcia 212pts
_______________________________

RESULTADO MX-2

A categoria MX2 foi marcada por boas ultrapassagens, tanto na primeira quanto na segunda bateria da 6ª etapa do Brasileiro de Motocross, em Paty do Alferes (RJ). A diferença entre o primeiro, Thales Vilardi e segundo colocado, Paulo Alberto, era de apenas quatro pontos, e após esta etapa, ficou ainda menor.

“Eu fiz duas boas provas e me aproximei mais do Thales. As próximas provas com certeza serão ainda mais acirradas. Não vim para ficar em segundo no Campeonato”, ressalta o português.

Thales segue na liderança, com dois pontos de vantagem e também pretende garantir o título. “Na primeira bateria não larguei bem, já na segunda me concentrei mais. O Paulo atacou muito, mas consegui chegar à frente. Eu quero e ele também quer vencer o Campeonato, então vou continuar com meu foco”, destaca Thales.

Foto: Kelson Rene/CBM

1ª bateria

Na largada teve uma grande confusão de queda de pilotos, Hector Assunção e Paulo Alberto estavam no meio. Anderson Amaral largou na ponta, seguido de Anderson Cidade, Thales Vilardi e Enzo Lopes. Antes mesmo da primeira volta Anderson Cidade teve problemas com a moto e perdeu muitas posições.

Thales Vilardi caiu aos quatro minutos de prova, mas ainda voltou em segundo. Quem aproveitou foi Pepê Bueno, que pressionou Thales até conseguir a segunda posição. Aos 15 minutos, Thales dá o troco.

Logo em seguida Paulo Alberto que fez uma prova de recuperação se aproxima de Pepê Bueno e aos 19 minutos passa o piloto e assume a terceira posição.

Os três primeiros travaram uma grande briga, até que Thales passa Anderson Amaral, e o português também faz o mesmo. A partir daí a disputa ficou entre Thales e Paulo. O português foi mais rápido e assumiu a ponta.

Faltando dois minutos para acabar a prova, Hector que também fez uma prova de recuperação, surge e vai para cima de Thales, ultrapassando o piloto a alguns metros da chegada.

Resultado:

1º Paulo Alberto
2º Hector Assunção
3º Thales Vilardi
4º Pedro Henrique (Pepê Bueno)
5º Anderson do Amaral

2ª bateria

Thales Vilardi saiu na frente e na sequencia estavam Anderson Cidade, Anderson Amaral, Paulo Alberto e Pepê Bueno. Paulo acelerou e aos cinco minutos já era o segundo na disputa. O português alcançou Thales e os dois fizeram uma bela disputa. Faltando quatro minutos para encerrar a prova, Paulo aperta e os dois chegaram a ficar lado a lado na disputa, mas Paulo caiu no salto, e Thales garantiu a vitória da bateria.

Resultado

1º Thales Vilardi
2º Paulo Alberto
3º Anderson Cidade
4º Hector Assunção
5º Pedro Henrique (Pepê Bueno)




Soma das baterias

1º Paulo Alberto
2º Thales Vilardi
3º Hector Assunção
4º Anderson Cidade
5º Pedro Henrique (Pepê Bueno)

Classificação do Campeonato:

1º Thales Vilardi (260 pts.)
2º Paulo Alberto (258 pts.)
3º Hector Assunção (243 pts.)
4º Gustavo Pessoa (176 pts.)
5º Anderson Cidade (171 pts.)
___________________________

RESULTADO DA CAT. JUNIOR (ENZO LOPES CAMPEÃO)

Com a pista pesada por causa da chuva da noite desse sábado (20), e da manhã deste domingo (21) a prova da categoria Junior na 6ª Etapa do Brasileiro de Motocross foi marcada por muitas quedas.

Foto: Kelson Rene/CBM

O gaúcho Enzo Lopes já entrou na pista pensando em vitória antecipada do Campeonato, já que a diferença para o segundo colocado era de 39 pontos. O piloto não largou bem, quem fez o holishot foi Renan Goto. Mas, logo na segunda volta, Renan cai e Enzo assume a ponta. Aos sete minutos de disputa, Frederico Spagnol vai para cima de Renan, que cai novamente, e acaba perdendo a posição.

A briga pela segunda posição ficou boa. Renato Costa pressionou Frederico e o ultrapassou, mas o piloto deu o troco.

Enzo Lopes cai três vezes durante a prova, mas não perdeu nenhuma posição, garantindo assim a primeira colocação da etapa e ainda a vitória antecipada do Brasileiro na categoria. O gaúcho é bi campeão na Junior. “Eu fiquei muito feliz com o resultado, vencer antecipadamente é muito bom. Tive umas quedas, mas consegui subir rápido na moto e não perdi posições. Agora é focar em outra categoria, já que ano que ano que vem participo apenas da MX2”, ressalta Enzo.



Resultado da prova:

1º Enzo Lopes
2º Frederico Spagnol
3º Renato Costa
4º José Felipe Mombach
5º Vinicius Abreu

Classificação do Campeonato

1º Enzo Lopes (150 pts.)
2º Frederico Spagnol (108 pts.)
3º Vinicius Abreu (97 pts.)
4º Djalma Carvalho (91 pts.)
5º Leonardo de Almeida (84 pts.)
_______________________________

RESULTADO MX-3

O Brasileiro de Motocross retornou em bom estilo ao Rio de Janeiro. Grandes disputas marcaram o primeiro dia de provas em Paty do Alferes, localizada a cerca de 100 km da capital do estado. Com os resultados de sábado (20), Davis Guimarães abre vantagem na briga pelo título da MX3, a uma etapa do fim do Campeonato para esta categoria.



Foto: Kelson Rene/CBM

A emoção durou quase toda a corrida. Milton Becker, Chumbinho, e Davis Guimarães brigaram pela vitória desde a primeira curva. O pega foi acirrado. Davis assumiu a ponta ainda na primeira volta e liderou até o fim, mas, sem conseguir abrir vantagem para Chumbinho, que pressionou o rival o quanto pôde.

Na terceira posição, uma corrida segura e sem sustos de Richard Berois. Praticamente, sem mudar de posição durante a prova.

Vinicius Rachid e Mariana Balbi fizeram dessa prova uma boa corrida de recuperação. Rachid caiu logo no começo, ficando muito para trás. No entanto, recuperando posições volta a volta, terminou essa etapa em quarto lugar. Já Mariana, estava em quarto, quando sofreu uma queda, conseguindo se recuperar e finalizou na quinta colocação, fechando o pódio.



Foto Kelson Rene/CBM

Resultado da 6ª Etapa do Brasileiro do Motocross

1º Davis Guimarães
2º Milton Backer
3º Richard Berois
4º Vinicius Rachid
5ª Mariana Balbi

Com o resultado dessa etapa, Davis Guimarães continua líder e ainda abre vantagem na briga pelo título. “Foi uma prova muito importante para mim porque agora a diferença que era de cinco passou para oito pontos. Acho que era importante ter essa vantagem para chegar com mais folga para a última etapa”, disse o líder da MX3.

Mesmo apenas com dois pilotos na luta pelo título, o Campeonato ainda está em aberto. Tudo será decidido na última prova, em Santa Maria-RS, 11 e 12 de outubro.

Confira a Classificação

1º David Guimarães 143pts
2º Milton Backer 135pts
3º Richad Berois 106pts
4ª Mariana Balbi 105pts
5º Erivelto Nicoladelli 71pts

Lander Paz - Comunic.Ativa
Assessoria de Imprensa CBM