A bruxa tá solta no Rally Dakar 2016

Brasileiro sofre fratura, é atendido de helicóptero e abandona o Rally Dakar
O Brasil perdeu mais um piloto no Rally Dakar. Além de Jean Azevedo, que abandonou entre as motos, nesta quinta-feira foi a vez de Marcelo Medeiros dar adeus à prova na categoria quadriciclos. Medeiros sofreu um acidente pela manhã e teve que se retirar do rali depois de fraturar a clavícula. Ele foi resgatado de helicóptero e passa bem. A lesão, porém, inviabilizou sua permanência no Dakar. O brasileiro vinha tendo uma participação impressionante, sendo o segundo colocado na classificação geral da categoria.


A queda ocorreu antes da largada em San Salvador de Jujuy, na Argentina, em especial que seguia para Uyuni, na Bolívia. O brasileiro foi o sexto colocado na etapa de quarta-feira e era o que vinha mais perto do líder Ignácio Casale, do Chile. O posto agora é de Marcos Patronelli. 

- O piloto brasileiro se encontra no momento parado perto dos primeiros quilômetros da especial depois de sofrer uma queda. Foi uma complicação para o segundo colocado da classificação geral provisória, agora cercado pelo serviço médico - disse o site oficial do Dakar.

A quinta etapa do Dakar teve deslocamento total de 641 quilômetros (327 cronometrados) para pilotos de carros, caminhões, motos e quadriciclos. O time brasileiro no Dakar começou com dez participantes. Apenas quatro ainda estão na disputa. São eles: João Franciosi, Gustavo Gugelmin, nos carros; Leandro Torres e Lourival Roldan, nos UTVs.


Fonte\ Globo Esporte
Foto\ EFE