Confira o resultado do BRMX - 3ª Etapa


O sul de Minas viveu a adrenalina do Brasileiro de Motocross PRÓ neste fim de semana, 16 e 17 de julho. Com brigas e ultrapassagens emocionantes, o público que compareceu em peso à 3ª Etapa do Campeonato, em Extrema-MG, vibrou muito. Cerca de 25 mil pessoas preencheram a arquibancada do Parque Municipal da Cidade.


No sábado a chuva caiu, mas mesmo assim a prova da categoria MX3 rolou sem transtornos, a não ser pelas quedas dos pilotos com a pista mais escorregadia. Já no domingo, o sol apareceu forte, mas foi amenizado com a temperatura que estava mais baixa.

MX-1
Campano vence a 3ª Etapa do Brasileiro de Motocross PRÓ na MX1.

Tudo certo para ver o show dos pilotos. Na categoria MX1, o espanhol Carlos Campano subiu o lugar mais alto do pódio, após uma segunda e um terceira colocação. “Fiquei muito feliz com o resultado. Faz um mês que sofri aquela queda na segunda etapa, em Paty do Alferes, então me recuperei bem. Atingi meu objetivo”, ressalta o piloto. DepoQuem assumiu a ponta da tabela no Campeonato foi o equatoriano Jetro Salazar, que ficou em segundo nesta etapa. Jean Ramos que estava na liderança, ficou em primeiro na 1ª bateria, mas não terminou a segunda, pois sofreu um acidente e abandonou a prova. Mesmo assim, segue vice-líder do Campeonato.

1ª Bateria

A primeira bateria não foi de muitas mudanças. Jean Ramos largou na frente, seguido de Dudu Lima, o português Paulo Alberto, o espanhol Campano e Marcello Lima. Macello, o Ratinho caiu e perdeu posições, foi para o nono lugar.

Dudu, Paulo e Campano travaram uma boa briga pela segunda posição. O espanhol foi mais rápido e aos 14 minutos iniciou as ultrapassagens. Passou por Paulo Alberto e na sequencia por Dudu, que até resistiu um pouco, mas não aguentou a pressão. O português aproveitou e ultrapassou Dudu.

No final da bateria Campano até se aproximou mais de Jean que abriu boa diferença na prova, mas o brasileiro levou a melhor.

5 primeiros da bateria:
1º Jean Ramos
2º Carlos Campano
3º Paulo Alberto
4º Dudu Lima
5º Hector Freitas Assunção

2ª bateria

O espanhol Carlos Campano largou na ponta, seguido de Jetro Salazar, Hector, Jean, Marcello Lima, Dudu Lima e Paulo Alberto. No início não tiveram muitas alterações. Por volta dos 15 minutos Jean sofreu uma forte queda e precisou abandonar a prova para receber atendimento médico.

Logo depois Jetro pressionou Campano e assumiu a liderança da prova. Hector aproveitou, ultrapassou o espanhol e já foi para cima do equatoriano. O piloto tirou bastante a diferença, mas Jetro cruzou em primeiro. No final da prova, alguns metros antes do arco de chegada Thales Vilardi conseguiu ultrapassar o português Paulo Alberto.

5 primeiros da bateria:

1º Jetro Salazar
2º Hector Assunção
3º Carlos Campano
4º Thales Vilardi
5º Paulo Alberto

Somatória das baterias:

1º Carlos Campano
2º Jetro Salazar
3º Hector Assunção
4º Paulo Alberto
5º Dudu Limais dessa etapa, o espanhol ficou na terceira posição na classificação geral do Brasileiro.

___________________________________

MX-2
Vitória dupla leva Fábio Santos à liderança da MX2 no Brasileiro de MX PRÓ

A 3ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross PRÓ em Extrema (MG) foi repleta de surpresas em todas as categorias. Em duas baterias de tirar o fôlego, os pilotos da MX2 brigaram acirradamente por uma chance de subir ao pódio.

Na primeira bateria o público delirou com a rapidez de Pepê Bueno que se esforçou para manter a liderança durante boa parte da prova. Em um final desolador, a moto de Pepê apagou e o piloto perdeu várias posições faltando apenas uma volta para acabar a prova. Quem aproveitou foi Fábio Santos que estava na cola do piloto esperando a oportunidade para ultrapassar e conseguir a vitória.“Foi uma primeira bateria difícil onde eu não larguei bem. Na segunda me esforcei para manter a vitória e estava mais tranquilo com a ponta por conta da boa vantagem sobre os outros pilotos. Estou muito feliz com o resultado dessa etapa que me levou a ser líder do Campeonato”, declarou Fábio.

Já na segunda disputa Fábio foi ágil logo no começo, passou Pepê e abriu vantagem sobre o adversário e manteve o controle de sua posição até o final da prova. Léo Souza que largou na quinta posição terminou a prova em terceiro. Gustavo Pessoa chegou à liderança, mas acabou saindo da pista e caindo para o quarto lugar. Caio Lopes avançou para a quinta colocação, mas ficou de fora do pódio pela soma das baterias.

O vencedor da etapa passada em Paty do Alferes (RJ), Enzo Lopes, não competiu na segunda bateria depois de sofrer uma lesão no pulso no começo da primeira disputa. Ele não chegou a completar a primeira prova, pois precisou ser encaminhado para atendimento médico especializado no Pronto Socorro Municipal de Extrema.

Enzo que estava em terceiro na Classificação Geral do Brasileiro caiu para o quinto lugar. Gustavo Pessoa que era o líder foi para a vice-liderança com o resultado desta etapa. Fábio Santos subiu para a primeira colocação depois da vitória dupla nas baterias.

1ª Bateria

Caio Lopes e Leo Lizott largaram praticamente juntos e brigaram pelo holeshot, mas não duraram muito tempo na ponta. Caio foi o piloto que fez a primeira volta na frente, mas foi perdendo posições ao longo da disputa. Léo Souza surgiu para desbancar Caio e em seguida Gustavo Pessoa chegou na cola de Léo. Pessoa levou um tombo durante a prova, mas levantou rápido e manteve sua posição. Pepê Bueno foi outro que surgiu para desbancar a ponta de Léo Souza e deixar Gustavo em terceiro. Fábio Santos, que havia conseguido o primeiro lugar no treino cronometrado, chegou com tudo pra cima dos pilotos e embarcou na segunda colocação apertando para cima de Pepê.

Na última volta, quando os pilotos brigavam para cruzar a linha de chegada a moto de Pepê apagou e Fábio Santos aproveitou e comemorou a vitória na primeira prova. Devido ao problema no equipamento Pepê chegou em décimo depois de se manter firme na ponta durante praticamente a prova inteira. Com as reviravoltas dessa bateria José Mombach e Frederico Spagnol se adiantaram para o segundo e terceiro lugar respectivamente. Léo Souza que chegou a ficar na liderança terminou a prova em quarto seguido de Gustavo Pessoa.

Resultado

1º Fábio Santos
2º José Mombach
3º Fred Molina
4º Leonardo Souza
5º Gustavo Pessoa

2ª Bateria

Pepê Bueno largou em primeiro em uma tentativa de recuperar o prejuízo da primeira prova, atrás dele seguiram Ismael Rojas, Gustavo Pessoa, Renato Costa e Léo Souza. Gustavo Pessoa se esforçou para assumir a segunda colocação e chegou na ponta por alguns segundos mas perdeu posições e terminou a disputa em quarto lugar.

Fábio Santos que não fez uma boa largada ressurgiu atrás de Pepê Bueno. Fábio estava mais rápido e fez ultrapassagem sensacional na sessão de costelas. Léo Souza foi para a terceira posição com Gustavo Pessoa atrás e Caio Lopes que desbancou a boa largada de Ismael Rojas. Fábio cruzou a linha de chegada tranquilo com grande vantagem sobre Pepê.

Resultado da 2ª bateria

1º Fábio Santos
2º Pepê Bueno
3º Leonardo Souza
4º Gustavo Pessoa
5º Caio Lopes

Soma das baterias

1º Fábio Santos
2º Leonardo Souza
3º Fred Molina
4º José Mombach
5º Gustavo Pessoa

Classificação Geral

1º Fábio Santos
2º Gustavo Pessoa
3º Pepê Bueno
4º Leonardo Souza
5º Enzo Lopes
____________________________________

JUNIOR
Léo Nunes vence a Junior e agora é vice-líder do Campeonato

Com o primeiro lugar no treino cronometrado, o jovem piloto Leonardo Nunes da MXJR repetiu o desempenho conquistando a vitória da prova oficial da categoria na 3ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross PRÓ neste domingo (17) em Extrema (MG).
O atual líder do Campeonato, Leonardo Cassaroti, largou na ponta. Léo Nunes largou em terceiro e avançou até conseguir o segundo lugar ficando na cola de Cassarotti.

Logo no começo da prova, o piloto Joaquim Neto, que está em terceiro lugar do Campeonato, teve problema com a moto. A corrente soltou e ele não pode continuar na disputa.

Bruno Schmidt acelerou fundo e assumiu o terceiro lugar atrás de Nunes e Cassarotti. Tallys Natan correu pela quarta colocação.

Quando Cassaroti caiu pouco tempo depois da metade da prova, Léo Nunes aproveitou para assumir a liderança. Com a caída de Cassarotti quem também conseguiu passar na frente foi Bruno Schmitz, ficando em segundo.

Na ponta, Léo Nunes abriu grande vantagem sobre Bruno. Ele chegou a ficar 10 segundos na frente do adversário. “Fiquei esperando a oportunidade para ultrapassar e quando o Cassarotti caiu consegui me adiantar com uma boa diferença de tempo em relação aos outros pilotos”, relata o vencedor da prova.

“É uma vitória depois de um período de dificuldades. Em 2015 estava competindo muito lesionado e em 2016 quebrei o braço um mês antes de iniciar a temporada. Dei o melhor de mim nas duas primeiras etapas e nessa em especial eu coloquei na minha cabeça que agora eu ia vencer e aqui estou, muito agradecido é o meu primeiro pódio depois de 3 anos”, conta Nunes.

Léo Cassarotti bem que tentou, mas não conseguiu ultrapassar Bruno. Apesar de ter chegado em terceiro lugar ele foi desclassificado por ter contado com ajuda externa em determinado momento da prova. Logo Tallys Nathan assumiu a terceira colocação no pódio.

Rafael Ribeiro, o Bubinha, teve um desempenho notável. O pequeno piloto terminou a competição em quarto lugar. Pedro Magero completou o pódio com a quinta colocação.

Com o resultado desta etapa o pernambucano Tallys Nathan assumiu a liderança do Campeonato e o vencedor da etapa, Léo Nunes é vice-líder.

Resultado da Etapa

1º Léo Nunes
2º Bruno Schmitz
3º Tallys Nathan
4º Rafael Ribeiro “Bubinha”
5º Pedro Magero

Classificação Geral

1º Tallys Nathan
2º Leonardo Nunes
3º Bruno Schmitz
4º Rafael Ribeiro “Bubinha”
5º Leonardo Cassaroti
_______________________________________

MX-3
Roman Jelen vence etapa em MG e assume liderança do Brasileiro de MX PRÓ

O tempo fechou em Extrema (MG) para a prova da categoria MX3 na tarde deste sábado (16). Com a pista molhada devido à garoa intensa, muita lama, caídas e adrenalina marcaram a disputa. O esloveno Roman Jelen conseguiu manter-se firme mesmo com uma lesão no cotovelo e conquistou o primeiro lugar.

Quem largou na ponta foi Walter Tardin, mas não permaneceu muito tempo na liderança. Logo no início da prova ele perdeu a posição para Willian Guimarães.

O vice-líder do Campeonato, Roman Jelen, não fez uma boa largada, mas se recuperou de modo excepcional. Na metade da prova ele acelerou fundo e tomou a primeira colocação de Willian em uma disputa acirrada. O público comemorou com vigor a ultrapassagem do esloveno.

“Foi difícil, a pista tava muito lisa, tinha muita umidade, não estava fácil. Normalmente quando estamos na largada é um momento de muita adrenalina. A cabeça não pensa direito, só pensa em ir mais rápido, não saí na frente por causa da lesão, mas recuperei bem e estou feliz de ganhar”, declarou Jelen.

Outro piloto que também mostrou que não quer ficar pra trás foi Milton Becker (Chumbinho). O brasileiro caiu algumas vezes na pista e se recuperou bem, passando das últimas colocações para o terceiro lugar do pódio.

Vínicius Bogarelli largou na segunda posição logo atrás de Willian. Ele não durou muito tempo na vice-liderança e caiu duas posições depois da ultrapassagem de Jelen e Chumbinho.

André Stocovichi fez uma prova estável e completou o pódio com o quinto lugar.

Com o resultado desta etapa Roman Jelen assume a liderança da MX3, do Campeonato Brasileiro de Motocross PRÓ. O mineiro Balbi Júnior era o líder até a 2ª etapa em Paty do Alferes (RJ), entretanto ele não competiu na etapa em Extrema, pois se recupera de um acidente. Agora Balbi segue em terceiro no Campeonato atrás de Jelen e Willian Guimarães.

Amanhã (17) as provas oficiais começam às 10h50 com a primeira bateria da MX2. A disputa segue durante a tarde com as provas da MXJR e MX1. Os pilotos que fizeram o melhor tempo nos Treinos Cronometrados foram Fábio Santos da MX2, Leo Nunes da MXJR e Jean Ramos da MX1. Eles serão os primeiros a entrar no gate.

O Campeonato Brasileiro de Motocross Pró 2016 é organizado pela CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) e tem o patrocínio da Honda, Rinaldi, Borilli, Levorin e IMS.

Resultado da etapa

1º Roman Jelen
2º Willian Guimarães
3º Milton Becker
4º Vinícius Borgarelli
5º André Stocovichi

Classificação Geral

1º Roman Jelen
2º Willian Guimarães
3º Balbi Jr.
4º André Stocovich
5º Vinícius Borgarelli

Fonte\ CBM
Foto \ Tiago Lopes